quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Resenha: Amor, mentiras e rock & roll | David Yoon

Amor, mentiras e rock & rollDavid Yoon


Sinopse: Em seu segundo romance para jovens, David Yoon conta a história de Sunny, um garoto que acaba preso em uma mentira sobre ter uma banda de rock para conquistar uma garota.

Sunny Dae é nerd – e com orgulho. Essa é a fama que ele e seus dois melhores amigos conquistaram na escola, onde curtir RPG definitivamente não é visto com bons olhos. E estava tudo bem, até Sunny conhecer Cirrus Soh, a garota mais descolada e confiante que ele já viu. Quando Cirrus acha que o quarto do irmão de Sunny é na verdade o dele, o garoto não consegue corrigir o engano. Com os olhos dela brilhando ao ver as guitarras e os pôsteres de rock na parede, ele acaba dizendo que tem uma banda – embora não saiba nem segurar uma guitarra, ops.

Agora sua única esperança para sustentar a história e conquistar Cirrus é fazer com que seus amigos nerds topem participar de seu plano maluco de tornar essa banda realidade, vestindo as roupas que o irmão mais velho deixou para trás quando se mudou para Hollywood e ensaiando na sala de música da escola. O problema é que logo Sunny descobre que a vida de um rockstar mentiroso não é só fama e glória...

Resenha:

    Amor, mentiras e Rock & Roll é um romance escrito pelo autor David Yoon, corresponde a Companhia das Letras no selo da Editora Seguinte sendo de literatura estrangeira traduzido pela Lígia Azevedo. Eu recebi o livro com marcador mais o livro uma princesa em Tóquio em parceria com a editora. 

"- Coldplay é muito bom- disse meu pai."

    Esse livro contém: dedicatória para os nerds, sumário, frase de Bruce Lee e Gary Gygax, capítulos nomeados e agradecimentos. Capa e Ilustração: Ing Lee, Preparação: Sofia Soter, Revisão: Juceline Honorato e Renato Potenza Rodrigues.

"- As luzes vão te guiar até em casa - ele falou. - Como diz aquela música "Fix You", do Coldplay. "

    Essa obra é sobre três amigos: Sunny Dae, Jamal e Milo. Eles são nerds e para conquistar uma garota Cirrus Soh, Sunny mente e inventa que tem uma banda de Rock, o irmão dele Gray tem uma banda chamada Mortais e então ele fala que a banda dele se chama Imortais. Para conquistar Cirrus, ele sustenta essa mentira e os amigos dele o ajudam com um plano de se tornarem realmente uma banda de Rock. Até quando será eles levarão essa mentira...

"-É exatamente esse verso que faz de "You're Beautiful" uma ótima música romântica."

    Davis Yoon explora Bandas de Rock, amigos para todas as horas( e mentiras), primeiro amor, irmão mais velho e chato-legale camisetas de caveira. Esse livro tem referência ao Grande Gasbty, Harry Potter, James Bunt, bandas de rock, jogos de RPG e Coldplay. Eu gostei muito de ler esse livro, minha leitura foi muito fluída, cumpriu as expectativas e eu indico. Está disponível no site da editora e nas melhores lojas virtuais.

 "- Pfff- eu disse, enquanto um espasmo percorria todo o meu corpo. - É só uma bandinha. Mas sim. Tenho. "


Meu bookstagram | Skoob do livro

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Resenha: Uma princesa em Tóquio | Emiko Jean

Uma princesa em TóquioEmiko Jean

ISBN-13: 9788555341724
ISBN-10: 8555341728
Ano: 2021 / Páginas: 312
Idioma: português
Editora: Seguinte

Sinopse:

Nesse conto de fadas contemporâneo, uma jovem atravessa o mundo em busca de pertencimento e um final feliz.

Izumi Tanaka nunca sentiu que pertence ao lugar onde vive. Afinal, ela é uma das únicas garotas com ascendência japonesa em sua cidadezinha natal, no norte da Califórnia. Criada apenas pela mãe, as duas sempre foram muito unidas – até Izzy descobrir que seu misterioso pai é ninguém mais, ninguém menos do que o príncipe herdeiro do Japão. O que significa que Izumi é literalmente uma princesa.

Não demora muito até a família imperial japonesa ir atrás de Izzy e ela partir em uma viagem para Tóquio. Em meio a confusões com um jovem guarda-costas mal-humorado (apesar de lindo!) e com primos envolvidos em diversas polêmicas, a garota vai perceber que a vida da realeza está longe de ser só glamour. E, enquanto tenta conhecer o pai, talvez acabe encontrando a si mesma

Resenha:

    Uma princesa em Tóquio é um romance que foi escrito pela autora Emiko Jean, corresponde a Companhia das Letras no selo da Editora Seguinte sendo de literatura estrangeira traduzido pela Raquel Nakasone. Eu recebi o livro mais marcador em parceria com a editora. A Editora Seguinte é incrível quando postei que estava lendo ela me disse: "Boa leitura, Kemi!" meu apelido graças ao bookstargram.

"É difícil não se sentir um peão em um tabuleiro de xadrex"

    Esse livro contém: a árvore da família imperial, capítulos numerados e agradecimentos. Dedicado a garotas que agem com o coração. Capa e ilustração: Ju Kawayumi, Preparação: Camila Cysneiros, Revisão: Adriana Bairrada e Natália Mori Marques.

"- O Japão está te fazendo bem."

    Essa obra é sobre o Izumi Tanaka, ela vive com sua mãe no norte da Califórnia quando de repente ela descobre que é princesa de Tóquio assim ela parte ao Japão ver o pai dela e decidir com o tempo se quer viver na realeza ou continuar vivendo com a mãe dela. Tudo o que acontece pode ser resumido em busca por identidade, cenários apaixonantes no Japão, Guarda imperial muito gato, Gangue de Garotas Asiáticas e Dorayaki de Nutella.    

"- Izumi-chan, você parece contente esta noite."

    Eu gostei de ler esse livro, foi uma leitura muito fluída mas quero destacar que me identifiquei com o livro por eu ter descendência japonesa e por uma das personagens da árvore genealógica se chama Midori assim como eu. O livro possui referência dos filmes O Grande Gatsby, Duro de matar , Clube da lutaO Guarda-Costas. E no livro tem comidas japonesas que eu gosto: sembei, gyoza e outras comidas japonesas. Esse livro além de ter romance e decisões a serem tomadas tem partes divertidas também. Está disponível no site da editora, na Amazon e outras nas melhores livrarias e eu indico.

"Me sinto em um filme antigo. É tudo muito O Grande Gasby."


Meu bookstagram | Skoob do livro

domingo, 17 de outubro de 2021

Resenha: A Era dos Mitos org. Rômulo Baron e Lura Editorial

A Era dos MitosDavi Busquet

ISBN-13: 9786586626704
ISBN-10: 6586626706
Ano: 2021 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Lura Editorial

Sinopse:

Até onde a fé e a imaginação do homem é capaz de transcender? O roubo do fogo e as crenças em divindades e mitos revelam esta face. O tempo, o trovão, as forças da natureza é a sua garantia de colheita, a vida, a morte e a constante busca pela imortalidade.

Seu nome e sua magia ecoam nas bocas temerosas, cujos amuletos são proteções ou oferendas, àquele que no passado sobreviveu ao seu tempo, escalou a montanha impossível e hoje vive nas menções e nas histórias. Será falado com respeito, será temido junto aos deuses e deusas poderosas. O teu lugar será como um mito.

O termo mito refere-se aos relatos das civilizações antigas, advindas de todas as partes e culturas do mundo. Esta coletânea irá apresentar histórias baseadas na mitologia grega, romana, nórdica, oriental, folclórica entre tantas outras que almejam compreender o metafísico, além do imaginário de cada escritor.

Resenha:

    A Era dos Mitos é uma antologia de contos que foi organizada pelo escritor Rômulo Baron e pela Lura Editorial, corresponde a Editora Lura sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro com outros livros, uma carta e marcadores em parceria com a editora e quem me procurou foi o Daniel dos @irmaoslivreiros .

"Vekanô olha para um lado e para o outro, meio sem entender nada, pega em seu pescoço e encontra o seu misterioso amuleto Muiraquitã."

    Esse livro contém: uma frase de Tolkien, sumário, apresentação e contos nomeados. Gerente Editorial: Roger Conalov, Impressão: Gráfica Vozes, Diagramação e Design de Capa: Lura Editorial, Preparação: Rômulo Baron, Revisão: Alessandro de Paula e Mitiyo S. Murayama.

"Uma estante reformada cheia de livros antigos e carrinhos hot wheels, um pôster o Bon Jovi na parede, se deteriorando, assim como seus pensamentos..."

    Essa obra são diversos contos baseados na mitologia grega, romana, nórdica, oriental, folclórica e entre outras. No conto chamado 'Em Família' numa parte se passa no Trianon Masp e no conto ' O olho de Hórus' tem referência do Bon Jovi gostei de ambos. Eu gostei muito do conto 'Em Família' e 'O olho de Hórus'. 

"Ainda não eram duas da tarde quando Zac desceu na estação Trianon-Masp carregando uma pesada mala colorida."  

  Em geral eu gostei de todos os contos, são ótimos. Minha leitura foi bem fluída e são bem interessantes os contos. Se você curte contos que envolvem diversas mitologias e lendas pode gostar desse livro. Esse livro está disponível no site da Lura Editorial e eu indico.

"- Sim, meu amigo! Agora começa o final da Era de Ferro. A dos Tristes Destinos retornou, e está faminta!"


Meu bookstagram | Skoob do livro

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Resenha: As Crônicas de Hannah | A Chave de Mizi | Margarida Marilu Marcos

As Crônicas de Hannah

Margarida Marilu Marcos


Sinopse:
Os irmãos Rodrigo, Bruna e Clara Bragança só possuem duas certezas em suas vidas: a orfandade e um passado repleto de bullying. Desde pequenos, são criados pela terrível família Pimentel até que, certo dia, um misterioso advogado e amigo de seus pais aparece na casa em que vivem e tudo muda.
Agora vão viver em uma pequena e simpática cidade, no interior de São Paulo. Sua tranquilidade é abalada quando Clara descobre um diário especial. Na certeza de estar com uma lembrança de sua mãe, ela precisa enfrentar a descrença de seus irmãos. O que eles não podiam imaginar é que aqueles escritos guardam um grande segredo: famosos seres do folclore brasileiro estão mais vivos do que nunca!
Em um novo mundo, cheio de seres fantásticos, lendas brasileiras e guerreiros o trio, acompanhado pelo seu melhor amigo Diego, terão que se preparar para enfrentar um vilão frio e seus terríveis capangas, os temidos Águias, enquanto a ameaça de um espião os espreita.

Resenha:

    As Crônicas de Hannah | A Chave de Mizi | é um livro de fantasia que foi escrito pela autora Margarida Marilu Marcos, corresponde a Editora Pendragon sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro com dedicatória mais mais bloquinho em parceria com a escritora. Ela é bem atenciosa no instagram repostou meus stories que eu estava lendo.

"Muito prazer, meu nome é Caipora!"

    Esse livro contém: dedicatória ao pai dela, uma frase, capítulos numerados/ nomeados e agradecimentos. Detalhes técnicos- Capa: Anael Medeiros, Diagramação: Rafael Sales, Coordenação Editorial: Priscila Gonçalves, Assistente Editorial: Felipe Saraiça, Revisão: Nadja Moreno e Lucas Matheus.

"Já tinha em mente o nome da pessoa que poderia ajudá-la."

    Na dedicatória a escritora disse: "(...) que essa história possa lhe trazer bons momentos (...)" e sim trouxe! Essa obra é sobre Rodrigo, Bruna e Clara Bragança eles são irmãos que são criados pela família Pimentel e eles sofrem bullying até que de repente a vida deles acaba mudando e eles passam a viver em uma cidade no interior de São Paulo e depois o ponto em destaque quando Clara descobre um diário, novas descobertas acontecem com aventura, magia, folclore brasileiro e o mistério do artefato mágico: A Chave de Mizi.

"É um artefato mágico que armazena magia."

    Essa história me surpreendeu, eu gostei muito desse livro. Ele possui referência da obra Dom Casmurro e isso eu curti muito. Além da edição do livro estar incrível, a história é bem envolvente, a leitura foi muito fluída e me encantou sobre os rumos tomados e se gosta de fantasia, eu indico esse livro. Ele está disponível no site da Editora Pendragon, na Amazon e outras lojas virtuais.

"-Caramba, me esqueci. Tenho que levar esse livro na biblioteca.- Bruna estava com um exemplar de Dom Casmurro."



 Meu bookstaram | Skoob do livro

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Resenha: As nove vidas de Rose Napolitano | Donna Freitas

As nove vidas de Rose NapolitanoDonna Freitas

ISBN-13: 9788584392193
ISBN-10: 858439219X
Ano: 2021 / Páginas: 344
Idioma: português
Editora: Paralela

Sinopse:

Quais são as consequências das nossas maiores decisões? Acompanhando Rose Napolitano descobrimos como nossa história pode ser reinventada a cada escolha e, às vezes, seguir rumos que não imaginávamos. Um romance profundo sobre uma mulher que nunca quis ser mãe e as diversas formas com que a vida pode nos surpreender.

Rose Napolitano e Luke estão brigando. Ele prometeu, antes do casamento, que não queria ter filhos, mas mudou de ideia. Ela prometeu tomar as vitaminas para engravidar, mas não o fez. De repente, o casamento dos dois passa a depender de uma única resposta: Rose consegue encontrar dentro de si o desejo de ser mãe?

Ao narrar uma escolha de vida decisiva em nove versões diferentes, Donna Freitas nos leva por todos os caminhos que moldam a vida de uma pessoa, refletindo sobre trajetórias que ressignificam o que é ser mulher. Um romance sobre amor, maternidade, traição, divórcio, morte e sobre como o destino pode interferir em nossos planos quando menos esperamos.

Resenha:

    As nove vidas de Rose Napolitano é um romance escrito pela Donna Freitas, corresponde a Editora Paralela sendo de literatura estrangeira. Eu consegui o ebook em parceria com a editora na plataforma Netgalley. A escritora repostou meu stories que eu escrevi em inglês que estava lendo o livro.

    O livro cada capítulo representa uma vida ou duas da Rose Napolitano. Detalhes técnicos: Capa: Lynn Buckley, Preparação : Diogo Henrique, Revisão: Jasceline Honorato e Renato Potenza Rodrigues.

    A obra é sobre Rose Napolitano uma moça que na primeira vida briga com o Luke por ela não querer filhos, a Rose no decorrer do livro mostra as nove vidas dela como se fosse a série Loki ou What if com diversas realidades alternativas de vidas diferentes dela. Ele poderia ter uma décima vida pois todas essas vidas ela acaba tendo a filha e gostando de ser mãe. Em meu ver poderia em uma vida sem ter uma filha e ser muito feliz com um gato , independente e com uma biblioteca em sua casa por exemplo. É bem interessante acompanhar as diferentes vidas da Rose. Donna aborda bem a temática de ser mãe ou não: Como não sou mãe, sou de um gato não posso entender o amor materno mas quem sabe no futuro, não sei.

    Eu gostei do livro, foi uma leitura muito fluída. Essa leitura foi indicação da Mari do @sobreamorelivros e depois de eu terminar de ler conversamos sobre a leitura, foi muito legal. Se você curte obras assim como essa que a Donna Freitas escreveu, eu indico esse livro! Está disponível na Amazon e em outras lojas virtuais.

 "Talvez tudo isso tenha valido a pena, talvez tudo acabe bem, talvez um dia eu olhe para trás, para este momento , e perceba que ter um filho foi a melhor decisão que eu tomei em toda a minha vida."


Meu bookstagram | Skoob do livro

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Resenha: Santas Suas dores em cartas | Vários autores

 Santas

Vários autores

ISBN: B08M68218J
Ano: 2020 / Páginas: 123
Idioma: português
Editora: Independente

Sinopse:  

Santa Catarina foi uma das primeiras mulheres a serem injustiçadas na história humana. Negada e torturada, ela cruzou séculos refreando suas próprias dores para reunir cartas de amigas, de amantes e de irmãs. Hipátia de Alexandria, Úrsula Southeil e Merga Bien.
Catarina preservou em textos as tragédias vividas por muitas outras mulheres. Maggie Wall, Catherine Deshayes e Mima Renard.
A santa leu e vivenciou a psicologia do terror, sentiu o amargo do medo e as loucuras nas palavras de tantas outras mulheres também injustiçadas.
Lilias Adie, Joana Maria e Marie Laveau.
Das cruzadas, pelo clero e margeando reis, Catariana reuniu relatos recheados de paixão e lágrimas. Em suas histórias, que ela própria nomeou de *Santas*, a sábia nos traz o choro da injustiça, o negrume do calabouço e a vermelhidão da fogueira. Santa Catarina nos entrega, ainda, o sabor doído da injustiça que até hoje ataca nossas mulheres.

Resenha:

    Santas é uma antologia de contos de suspense e terror escrito pelos autores: Amanda Bonatti, Bruno Godoi, Camila Pelegrine, Dai Galego, Deborah Strougo, Glau Kemp, Jadna Alana, Jhefferson Passos e Priscila Debly, esta publicação é independente sendo de literatura nacional. Eu comprei o ebook pois eu conheço a maioria dos autores e gosto das escrita deles. 

"Adultério, a dor que me carrega através dos tempos, não vem de feridas."

    O livro é divida em cartas com cada autor correspondente. Revisão e Diagramação: Elaine Cardoso, Revisão final: Larissa S. Sobral. O autor Jhefferson foi bem atencioso repostou que eu estava lendo o livro nos stories.

"Catarina, é melhor curvar-se do que se lembrar."

    A obra são diversas cartas das primeiras mulheres injustiçadas na história humana, com suas dores demostram em forma de cartas com suspense e terror psicológico. Os autores abordaram de ótima forma essas cartas fazendo você se imaginar na situação delas. Esse livro é uma excelente escolha para ler em maratonas literárias pela quantidade de páginas.

"Acusada de se casar com o Diabo. No entanto, o Diabo, às vezes, pode ser apenas um homem."

    Eu gostei de ler esse livro, foi muito bem escrito e minha leitura foi fluída. Ele está disponível na Amazon, se for comprar não esqueça de avaliar na Amazon é importante para esses escritores nacionais. Se você curte suspense e terror em forma de cartas vai curtir esse livro com certeza.

"Porém, a dor que me carrega através dos tempos, não vem das feridas"

   

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Resenha: O misterioso caso da Royal Street e outras histórias | Org. Marcelo Felix

O misterioso caso da Royal Street


ISBN-13: 9786586626223
ISBN-10: 6586626226
Ano: 2020 / Páginas: 252
Idioma: português
Editora: Lura Editorial

Sinopse:
Uma antologia repleta de crimes, enigmas e desordem, tudo isso banhado pela atmosfera de investigações e mistérios que são características marcantes dos bons e velhos romances policiais. Aqui, a solução de um caso pode vir de detetives renomados, simples curiosos, ou apenas pessoas que estão dispostas a viver uma aventura à la Sherlock Holmes.

Para os leitores, esperem ter suas mentes enevoadas com os mistérios que estão gravados nestas páginas, e por fim, se encantem com a magia dos finais bem elaborados e geniais. Nesta antologia de Contos da Lura Editorial, organizada por Marcelo Felix, autor do livro Martyn, o detetive, nós somos presenteados por diversos autores de todo o Brasil, que foram minuciosamente selecionados para a publicação de suas histórias. Por isso, detetives, peguem suas lentes de aumento e venha investigar conosco!

Resenha:

    O misterioso caso da Royal Street e outras histórias é uma antologia de contos de romance policial organizado pelo escritor Marcelo Felix, corresponde a Lura Editorial sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro mais outros livros e marcadores em parceria com a Lura Editorial, e o Daniel do @irmaoslivreiros que entrou em contato comigo. O escritor repostou os stories que eu falei que estava lendo.

    O livro contém: uma ilustração, um sumário, introdução, contos nomeados e a ilustração final de uma mão com lupa. Gerente Editorial: Roger Conolov, Projeto Gráfico e Capa: Lura Editorial, Diagramação: Juliana Blanco, Revisão: Sheila Mendonça e Mitiyo S. Murayama.

    A obra é são contos feitos em homenagem aos personagens clássicos por Sir Arthur Conan Doyle, no qual neste livro tem o próprio Sherlock Holmes sendo protagonista em alguns contos novos(as) investigadores(as) tão promissores (as) quanto o próprio Holmes. Essa antologia é incrível por abordar diversos contos de investigação que fará você entrar nesse universo de detetive.

    Eu gostei muito desse livro, foi uma leitura fluída e ótima. Esses contos além de serem nacionais são incríveis pois contém excelente conteúdos com ótimas escritas de todos autores participantes. Esse livro está disponível no site da Lura Editorial. Eu indico a leitura aí você entrará nesse mundo investigativo.

"Elementar, meu caro Watson."- Sherlock Holmes.

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Resenha: Onde está Tony Louco? #2 | Raphael Coutinho

Onde está Tony Louco?

Raphael Coutinho

ISBN-13: 9786587068831
ISBN-10: 6587068839
Ano: 2021 / Páginas: 200
Idioma: português
Editora: Editora Coerência

Sinopse:

Após viver intensas aventuras na pele do Tony Louco e magoar aqueles que amava, Anthony parte em busca do seu verdadeiro eu. Agora morando com o pai terá que enfrentar desafios jamais vividos; como aprender a conviver com a nova família, em uma nova cidade, e vencer a saudade daqueles que esperam dele uma transformação. Para piorar, sua madrasta implicante e detestável fará de tudo para vê-lo longe dali. Na nova escola, surge uma amizade improvável junto com a tentativa de se desvendar um passado ainda muito mal resolvido.

Esta é a continuação da premiada obra O garoto chamado Tony Louco, que traz temas ainda mais sensíveis e importantes nos nossos dias, como o autismo, a depressão, o significado das verdadeiras amizades, a manutenção dos vínculos familiares e o poder transformador do perdão.

Resenha:

     Onde está Tony Louco? é o segundo livro da série e infantojuvenil escrito pelo autor Raphael Coutinho, corresponde ao Grupo Editorial Coerência sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro com dedicatória mais brindes em parceria com o escritor. Eu já o entrevistei no meu bookstagram e ele já me entrevistou também ambas as vezes foi em live.

"Uma surpresa boa, pois não imaginava que ela gostava de algo tão nerd como "Star Trek". " 

    O livro contém: uma frase de Machado de Assis, sumário, capítulos nomeados/numerados, desafios e ilustrações. Direção Editorial: Lillian Vaccaro, Produção Gráfica: Giovanna Vaccaro, Capa: Henrique Morais, Revisão: Jadna Alana, Preparação: Larissa Sobral e Diagramação: Rafael Sales.

"- Ok, Camille! -É o Tony Louco que você quer?Então, é o Tony Louco que você vai ter!"

    A obra é continuação da premiada O Garoto chamado Tony Louco, no qual Tony após ter vivido aventuras e ter magoado quem o amava, ele busca ele próprio assim ele nesse livro está morando com o pai terá que enfrentar novos desafios e jornadas, estará mais velho e o autor mostrando a história se amadurecendo. Andrea será que responderá as cartas do Tony? E ele conhecerá novos personagens. Quais serão? E o livro tem referência de Star Trek. E mais se passa em Maranhão!

"O casulo tem a maior importância para mim. Até porque é através dele que a lagarta deixa de ser aquele inseto indefeso e rastejante, ganhando asas e cores para voar pelo mundo."

    Eu amei ler esse livro e voltar para esse universo do Tony. A leitura foi muito fluída e quero destacar a importância para os jovens esse livro por ele abordar depressão, amizade, relacionamentos familiares, perdão e autismo. Um fato interessante são os desafios no livro que faz a interação do leitor postando eles nas redes sociais assim divulgando o livro. O livro está disponível no site do Grupo Editorial Coerência e eu indico.

"Quando eu era mais nova, como toda criança, amava borboleta porque achava que elas tinham magia nas asas."


Meu bookstagram | Skoob do livro

sábado, 2 de outubro de 2021

Resenha: Brincadeira de Casinha | Índigo

 Brincadeira de Casinha

Índigo

ISBN-13: 9786555006896
ISBN-10: 6555006897
Ano: 2021 / Páginas: 192
Idioma: português
Editora: Ciranda Cultural

Sinopse:
Num tempo antigo, quando internet é coisa de ficção científica, Cássia vive tardes de tédio e solidão na casa de Dona Generosa. Quem é Dona Generosa? Você pergunta. A avó do João. E quem é João? Você pergunta. Um menino tímido que está na mesma classe de Cássia. Os dois não se falam, mas é para a casa dele que Cássia vai todas as tardes, depois da escola. Nesse cenário nada animador, Cássia encontra um conforto secreto brincando de casinha enquanto explora o estranho ambiente. O problema é que ela se empolga na brincadeira e acaba se apaixonando de verdade por João, seu marido imaginário. Cássia sofre, briga com a sogra, passa a vigiar o marido e descobre que tem um filho! E isso é apenas uma pincelada do que acontece quando uma inocente brincadeira de casinha é levada às últimas consequências.

Resenha:

    Brincadeira de Casinha é um livro de literatura infantil que foi escrito pela autora Índigo, corresponde a Editora Ciranda Cultural sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro com dedicatória mais marcador em parceria com a escritora. Ela é bem atenciosa nas redes sociais.

    O livro contém: ilustrações, capítulos nomeados e agradecimentos. Ilustrador: Venes Caitano, Revisão: Ana Paula de Deus Uchoa, Paloma Blanca Alves Barbieri e Karina Barbosa dos Santos, Produção: Ciranda Cultural.

    A obra é numa época que não existia celulares ou internet contando a história de Dona Generosa avó do João da mesma classe da Cássia. Com referências de diversos cantores e bandas conhecidas como: Queen, AC/DC, Barão Vermelho, Gilberto Gil, Paralamas, Ney Matogrosso, entre outros. 

    Eu gostei do livro, a leitura é bem rápida, fluída e ótima de ler. Brincadeira de casinha é um excelente livro em minha opinião para todas as idades. Nesse livro a internet é como se fosse ficção científica pois se passa em 1984 no qual nem se imaginava as tecnologias de hoje em dia. Esse livro está disponível na Amazon e outras lojas virtuais e eu indico.

"Se eu tinha algum desejo de viajar o mundo e ser uma apoiadora das artes, eu teria que tratar de fazer minha própria fortuna."

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Resenha: Catorze Domingos | Adriano Lopes Rossi

Catorze DomingosAdriano Lopes Rossi

ISBN-13: 9786586626629
ISBN-10: 6586626625
Ano: 2021 / Páginas: 192
Idioma: português
Editora: Lura Editorial

Sinopse:

O romance Catorze domingos é uma autoficcção psicodélica, que mistura a realidade vivida durante os seis anos de faculdade com as experiências oníricas induzidas pelo álcool e pela literatura. Em uma narrativa coming of age, descobrimos que não só os eventos acontecidos mas também os imaginados moldam quem somos e, principalmente, nossa percepção de nós mesmos. Em uma narrativa repleta de referências literárias e cinematográficas, acompanhamos o protagonista durante sua jornada de aprendizado na universidade, um aprendizado feito em salas de aula, livros, e, principalmente, nas bordas dos sonhos. Passeando por uma Curitiba feérica, encontramos alter-egos de Herman Hesse, Henry Miller e Albert Camus, que guiam o autor rumo ao autoconhecimento.

Resenha:

    Catorze Domingos é uma autoficção psicodélica escrito pelo autor Adriano Lopes Rossi, corresponde a Lura Editorial sendo de literatura nacional. Eu recebi o livro com outros livros e marcadores em parceria coma editora em contato com o Daniel Moraes dos Irmãos Livreiros. O escritor repostou meus stories quando eu postei que estava lendo o livro.

    O livro contém: Introdução, ilustrações e capítulos numerados. Gerente Editorial: Roger Conovalov, Diagramação: Sara Vertuan, Revisão: Mitiyo S. Murayama, Capa: Lura Editorial, Ilustrações de miolo e capa: Ezekiel Moura. Pode conter gatilho de bebida álcoolica, drogas e sexo.

    A obra é sobre um romance diferente pois é uma autoficção psicodelica, ou seja, é uma obra de ficção escrito em 1a pessoa e conta na vida dele na faculdade mas principalmente com experiências com álcool e literatura e isso explica a capa com letras e a palavra domingos mostra o estilo tremido, é uma narrativa bem interessante. Gosto quando o livro se passa no Brasil e esse se passa em Curitiba.

    É um bom livro, eu gostei mais das partes que envolveram a literatura com algumas referências literárias.Um exemplo é os irmãos Grimm. É uma leitura bem rápida e interessante. Se você curte autoficção e não liga para os gatilhos citados acima eu indico o livro com certeza. Ele está disponível na livraria lura e na Amazon.

"- São meus melhores amigos - falou sorrindo - livros. "

Meu bookstagram | Skoob do livro